big bienal de ilustração de guimarães

big bienal de ilustração de guimarães

Prémio Carreira Big

Este prémio é sugerido pela direção artística e pela Câmara Municipal de Guimarães. Ao artista consagrado é reconhecida a grande qualidade artística no conjunto da sua obra, a sua criatividade e inovação nos domínios mais amplos da ilustração.

A artista terá uma exposição dos seus trabalhos mais representativos.

O Prémio Carreira BIG 2021 tem um valor pecuniário de 10.000€.

Career Award Big

This award is suggested by the Biennial’s artistic direction and the Guimarães City Hall. To the consecrated artist is recognized great artistic quality in the entirety of his work, his creativity and innovation in the broader fields of illustration.

The artist will have an exhibition of his most representative works.

The BIG Career Prize award 2021 has a monetary value of € 10,000.


\ Prémio Carreira 2021
/ Career Award 2021


Cristina Reis

cristina reis

“Ah Q”, 1976

Uma vida no palco

Pintora formada na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, dedica-se ao design, trabalhando no ateliê de Daciano Costa entre os anos de 1960 e 1966, e cursando Arte e Design Gráfico, em Inglaterra, entre 1966 e 1970. A memória dos seus trabalhos de design gráfico e expositivo, até 1975, acabaria eclipsada pela portentosa obra que realizou para o teatro, a partir dessa data. Cristina Reis (Lisboa, 1945) foi, durante quarenta anos, cenógrafa, figurinista, designer e, esporadicamente, encenadora, de uma das mais prestigiadas companhias de teatro portuguesas, o Teatro da Cornucópia. O sucesso da companhia foi o seu sucesso. A inteligência e coerência do repertório multiplicaram-se pelos seus cenários e figurinos. A verdadeira escola de teatro que formou gerações de atores, formou a sua obra plástica. Ao lado de Luís Miguel Cintra e de Jorge Silva Melo, Cristina desenvolveu com extrema dedicação e cumplicidade um trabalho único nos campos da cenografia e da comunicação gráfica. A existência precária da atividade da Cornucópia, acentuada nos últimos anos da sua existência, pela redução de subsídios oficiais, impuseram-lhe sacrifícios constantes mas também o privilégio de criar uma obra inspirada e engenhosa, numa prática oficinal, intensiva e colegial, que afirmou uma liberdade plástica única, sem amarras estilísticas. O reconhecimento dos seus pares também não faltou, convertendo-se em distinções como o Prémio ACARTE/Maria Madalena de Azeredo Perdigão em 1997; o Prémio Almada/Teatro pelo conjunto da sua obra, atribuído pelo Ministério da Cultura em 1999; o Prémio Nacional de Design/Centro Português de Design em 2000; o Prémio Gulbenkian Artes em 2010; e o Prémio da Crítica de Teatro em 2016.

A life on the stage

A painter trained at the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon, she dedicates herself to design, working in the studio of Daciano Costa between 1960 and 1966, and studying Art and Graphic Design in England between 1966 and 1970. The memory of her graphic and exhibition design artworks, until 1975, would be eclipsed by the prodigious work she did for the theater from that date onwards. Cristina Reis (Lisbon, 1945) was, for forty years, set designer, costume designer, designer and, sporadically, director of one of the most prestigious Portuguese theater companies, the Teatro da Cornucópia. The company's success was her own success. The intelligence and coherence of the repertoire were multiplied by its sets and costumes. The real theater school that trained generations of actors, also formed her plastic work. Alongside Luís Miguel Cintra and Jorge Silva Melo, Cristina developed with extreme dedication and complicity a unique work in the fields of scenography and graphic communication. The precarious subsistence of Cornucópia’s activity, accentuated in the final years of its existence by the reduction of official subsidies, imposed constant sacrifices on her, but also the privilege of creating an inspired and ingenious work, through intensive and collegial practice in the workshop, which affirmed a unique plastic freedom without stylistic ties. The recognition of her peers soon followed, turning into distinctions such as the ACARTE/Maria Madalena de Azeredo Perdigão Award in 1997; the Almada/Teatro Prize for her entire body of work, awarded by the Ministry of Culture in 1999; the National Design Award/Portuguese Design Center in 2000; the Gulbenkian Artes Prize in 2010; and the Theater Critics Award in 2016.


Inauguração . Opening

12 outubro 11h00
October 12th 11h00

Local . Location

CIAJG . Centro Internacional das Artes José de Guimarães
Av. Conde Margaride, 175
4810-535 Guimarães

Horário . Schedule
Terça a Domingo . Tuesdays to Sundays

10h00 - 13h00
14h00 - 19h00 (última entrada às 18h30 . last entry at 18h30)

Big

  • BIG – Bienal de Ilustração de Guimarães
  • Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG)
  • Plataforma das Artes e da Criatividade (PAC)
  • Av. Conde Margaride, nº 175
  • 4810-525 Guimarães

Contactos . Contacts

  • Telm.: +351 962 834 852
  • Email: geral@big.guimaraes.pt

Siga-nos . Follow us

 


2017 - 2021 . BIG . Bienal de Ilustração de Guimarães . Todos os direitos reservados.
2017 - 2021 . webdesign by publiSITIO ©